Terceira Reunião do Conselho de Administração 13/03/2017

 

Pauta:

Aprovado Relatório de Administração de 2016.

Aprovado o Plano de Trabalho de 2017, o diretor de jornalismo foi convidado pelo conselho para esclarecer contratos de pessoas jurídicas na área fim da empresa, alertei sobre posicionamento do TCU no processo: 012.440/2016-7, que encontrou irregularidades e está cobrando explicações da EBC sobre o número e a forma de contratação de 15 contratos de pessoas jurídicas.

Aprovado as demonstrações financeiras de 2016 com ressalvas pelos conselheiros, a auditoria independente aponta vários problemas que podem afetar o balanço das demonstrações financeira.

Aprovado a absorção de prejuízo no valor de R$ 11.391.544,28, desse valor mais de 6 milhões são de passivos judiciais trabalhistas e civil, o conselho deliberou que seja apresentada em detalhes para os conselheiros relatório destas ações seu andamento e porque existe uma previsão de possível perda em ações que tramitam na justiça que ultrapassam 60 milhões de reais.

Aprovado minuta de edital de convocação para a assembléia geral, solicitei que seja encaminhado meu voto contrário e justificativa do reajuste aos diretores para a assembléia geral, alertei os conselheiros a situação da EBC que não tem política de valorização de empregados, seja com PCR, PDV, PSI ou instrumentos de gestão e que esse reajuste não deveria acontecer, fiz um apelo aos conselheiros para melhor apreciação do tema, não ouve manifestação favorável.

Aprovado o relatório Anual da Auditoria Interna de 2016- RAINT, sobre o relatório o conselho pediu informações de como está o andamento de processo administrativo verificado através de relatório de auditoria sobre contrações pela Valle Vídeo e campeonato paulista série A2 e A3 de 2016.

Aprovado alteração do regulamento de pessoal subitem 17.12 da norma 301, pedi uma análise jurídica sobre entendimento de competência das sindicâncias que pode estabelecer demissão de empregados, existe divergência em acórdãos na justiça, alguns entendimentos estabelece a sindicância com voto para suspender um empregado e encaminhar que se faça um PAD, processo administrativo disciplinar.

Pedi informações sobre deliberação da DIREX que autorizou mudança na norma 104 que trata da Ouvidoria, esse tema é de competência do Conselho de Administração e qualquer alteração precisa ser aprovada pelo colegiado.

Edvaldo Cuaio

Conselheiro representante dos empregad@s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: