Relato da sétima reunião ordinária do conselho de administração – 27/07/2016

Esclarecimento:

Diante do documento recebido na reunião por iniciativa da secretaria executiva onde alerta sobre divulgação de fatos e atos deliberados pelo conselho, que entendi ser um cerceamento aos meus relatos que publico a cada reunião, me detive em pedir análise jurídica de advogado particular para somente agora com o parecer, publicar meu relato.

Na abertura da reunião o Diretor presidente Ricardo Mello pediu que fosse analisado a indicação feita pelos empregad@s, para a diretoria de produção DIPRO.

O Presidente do Conselho, Márcio Freitas afirmou que o CONSAD indicou recentemente o nome da atual diretora e que não seria o momento adequado para discutir o assunto.

A conselheira Célia Romeiro concordou com o Presidente do CONSAD. Eu solicitei que o tema volte a ser pautado no prazo de sessenta dias. Os demais conselheiros concordaram com o prazo para nova discussão sobre a ocupação da Diretoria de Produção Artística.

A reunião tratou do orçamento da EBC, foi apresentado cenários aos conselheiros, o primeiro com um déficit até o fim do ano de 39 milhões e outro com déficit zero.

Para atingir o déficit zero a EBC não poderá realizar novo contratos e surgiu a proposta do corte no contrato de futebol das series B,C,D e futebol feminino, fui contra o corte total desse contrato por entender que é um produto que da visibilidade para a TV Brasil e cumpre a lei da EBC onde se trata da regionalização, além de criar um buraco enorme na grade de programação, os conselheiros decidiram suspender o contrato por até 60 dias e que a EBC apresente um plano de captação de recursos para viabilizar a manutenção do contrato, também alertei sobre cortes nos programas das rádios, alguns com mais de 30 anos de veiculação.

Alertei que a questão política não pode prejudicar a empresa e não concordei com o déficit zero, propus que o CONSAD tente buscar o cenário com o déficit de trinta e nove milhões. Solicitei que o conselho faça um documento pedindo ao governo a liberação através de decreto de uma parte do recurso da aplicação financeira da contribuição de fomento para a radiodifusão pública e com isso eliminar o risco da empresa entrar em colapso operacional.

Pedi ao presidente do conselho apoio junto a casa civil para incluir a EBC no decreto que trata da majoração de diárias durante as olimpíadas e paraolimpíadas.

Apresentei o mapa de risco operacional da empresa, precisamos de investimentos para garantir a manutenção das rádios e tv’s

Pedi que a EBC busque economizar no contrato da sede no venâncio 2000, negociando as 300 vagas de garagem, hoje utilizadas somente para gestores, a possibilidade de alugar os apartamentos funcionais e também estudo sobre a diminuição dos valores de função e assim ter dinheiro para o PCR.

Entreguei o documento produzido em 2014, que tratou do modelo institucional da EBC, pedi que o Presidente do Conselho levasse aos interlocutores do governo para analise do documento que apontou caminhos para a EBC, discutido por Empregad@s, Direção, Governo, Conselho Curador e Sociedade Civil.

Edvaldo Cuaio – Representante dos empregados e empregadas                                                    no conselho de administração.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: